Brenda1_GOD2019Enquanto liberam armas, já tenho as minhas! Baquetas na mão, o corpo e a voz, para tocar, gritar, falar, poetar….”Mulher muda não muda nada”, como já dizia em o Ritual da Mulher Poliglota e agora digo em Tsunâmica “As mulheres como muitas águas, quando se juntam ficam poderosas…Nasci um dia mulher e transfigurei poética na luta, hoje deságuo em um poema processo….

Convido para acompanharem no https://soundcloud.com/brenda-marques-pena

O meu novo livro Tsunâmica, lançado pela Sangre Editorial está à venda online no: https://pag.ae/7UN-CMncH

Foto por Beto Ferris