Brenda Mars e Affonso Romano na Bienal da Poesia de Brasília
Brenda Mars e Affonso Romano na Bienal da Poesia de Brasília
Castelo da Pena
 
Foi nas construções em cima das rochas
Que escreveu Byron os versos destilados,
Do porto de tantas (des)ilusões amorosas
Ao desfolegar paixões em rios de palavras.
 
Neste encontro de paz no português aquífero
Traçou-se com letras da embarcação poética
Sedenta pela descoberta de um certo sonífero
Para refúgio dos maremotos da alma inquieta.

E assim Affonso em companhia de sua amada
Foi brindado com um pouso de alento europeu
Que livros como de Lord Byron não lhes rendeu
Mas coroou o império de uma escrita renovada.
 
Brenda Mar(que)s Pena

Poetisa multifacetária: trabalha com as linguagens jornalísticas, literária e fotográfica. Preside o Instituto Imersão Latina e é editora do sitewww.imersaolatina.com. Blog: http://www.brendamars.wordpress. 

 

“Castelo da Pena” integrada a coletânea “Cumplicidade das letras” do projeto Nova Coletânea, editado por Bruno Ramos

Anúncios