Com o peito a gritas teu nome
Esse desejo de amante cigano
Vive a correr errante assim
E nega sua saída de mim.

Sinto tua presença latejar vaidade
Na minha mais secreta intimidade
Enquanto as palavras gotejam
Nos ventres que se encostam.

Quando estas linhas evaporarem
Restará a luz e o perfume
misturados ao gosto e volume
dos versos em nosso harém.

(Poema publicado na Antologia Mulheres no Banquete de Eros/ Mujeres en el Banquete de Eros – Editora Abrace 2008)

Apresentarei hoje às 20 horas no Açougue Cultural T-Bone uma performance poética com este e outros poemas da antologia na I Bienal Internacional de Brasília (BIP)

Confira a programação: 
http://www.t-bone.org.br

Veja vídeo da performance “Badalada Sonora” realizada este ano no Belô Poético no Youtube
youtube=http://www.youtube.com/watch?v=vDaIWemRiGs

Anúncios